Buscar
  • Sermed

Fevereiro, mês de consciência sobre doenças como Leucemia, Lúpus, Fibromialgia e Mal de Alzheimer


Durante o mês de fevereiro, utilizamos as cores laranja e roxo para falar sobre doenças com incidências importantes na população: Leucemia, Lúpus, Fibromialgia e Mal de Alzheimer. Mas por que 3 doenças que, aparentemente, não têm nada em comum estão co-relacionadas no mesmo mês? Porque, com exceção da Leucemia, as outras são condições para as quais a medicina ainda não tem cura, no entanto, o diagnóstico precoce, ou seja, a PREVENÇÃO ajuda a manter a qualidade de vida dos pacientes.

A cor roxa foi escolhida para simbolizar o combate ao Lúpus (doença inflamatória de origem autoimune que pode afetar múltiplos órgãos e tecidos), Fibromialgia (doença que ataca especificamente as articulações, causando dores por todo o corpo, principalmente nos músculos e tendões) e do Mal de Alzheimer, duas doenças autoimunes e uma degenerativa que têm muita relevância e são “silenciosas” em seus sintomas e de progressão gradual.

A cor laranja, que também é utilizada durante o mês de fevereiro visa chamar a atenção da população sobre a importância dos sintomas relacionados à Leucemia (doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida), cuja estimativa do INCA é de mais de 10 mil novos casos é o 9º câncer mais comum entre os homens e o 11º entre as mulheres. Esta doença tem como principais sintomas anemia, fadiga, falta de ar, palpitação, dor de cabeça, baixa imunidade, manchas roxas e ou pontos roxos na pele, aumento de gânglios, principalmente na região do pescoço e das axilas.

O lema do Fevereiro Roxo, que é:se não houver cura que, no mínimo, haja conforto tem tudo a ver com as doenças sobre as quais estamos conversando, mesmo que dentre elas, doença de Alzheimer, Lúpus e Fibromialgia ainda que não se tenha a cura, não significa que o portador não possa ter qualidade de vida. Essas medidas de conscientização são importantes porque, além de darem visibilidade às doenças e aos seus sintomas, incentivam que aqueles que suspeitam de algum problema procurem por um diagnóstico. Com tudo isso, o principal objetivo ainda é dar mais atenção ao bem-estar, incentivando uma rotina saudável, compartilhando informações e mostrando que o tratamento deve ser encarado como uma mudança necessária na vida do paciente.

Se você tem alguns dos sintomas identificados acima, não fique com dúvidas, procure um médico ou profissional de saúde da sua confiança para obter mais informações. O diagnóstico precoce é de fundamental, pois quando essas doenças são identificadas em seus estágios iniciais, os sintomas podem ser amenizados, controlados ou até mesmo retardados.

Lembre-se: entender as questões relacionadas a doenças graves é importante para cuidar da sua saúde e ajudar a conscientizar as pessoas que você conhece.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Grey Facebook Icon

© 2018 Desenvolvido por inovar.me