Buscar
  • Sermed

DOE SANGUE. DOE VIDA!

A campanha Junho Vermelho é uma iniciativa do movimento Eu Dou Sangue, criado no ano de 2015. O mês de junho foi escolhido por dois motivos, um deles é por conta do dia 14, data em que é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue e a outra é porque nos meses de inverno, hemocentros registram baixos números de doadores.

O movimento Junho Vermelho, além de homenagear os doadores de sangue, busca chamar a atenção de mais pessoas para a necessidade de também realizar esse gesto de generosidade. Aos poucos, muitos estados e cidades brasileiras já começaram aderir à campanha, pois quem precisa de sangue, depende de uma atitude positiva dos futuros doadores. Isso porque não existe nenhum medicamento que substitua a doação ou uma forma de fabricar sangue. Neste contexto, é fundamental que a sociedade se conscientize sobre a necessidade de ajudar. Dados mostram que, atualmente, 1,6% da população brasileira doa sangue, isso significa 16 a cada mil habitantes. Como vimos, a Organização das Nações Unidas (ONU), considera que essa quantidade não é satisfatória. A Organização Pan-Americana de Saúde revela que 59,52% das doações são espontâneas, ou seja, são de pessoas que buscaram o hemocentro voluntariamente e não direcionaram a sua contribuição para ninguém especificamente.

Meios de comunicação, campanhas, palestras também são essenciais para que este processo de alerta e conscientização se torne cada vez mais dinâmico. A população precisa estar consciente, mas também de como fazer para doar, quais os cuidados antes e durante o processo, situações em que podem ou não doar. É essencial mostrar que as bolsas de sangue vão ajudar pacientes doentes, internados, em tratamento de anemia ou ainda quem sofreu algum acidente, destacando que uma única doação é capaz de salvar 4 vidas.


Como é feita a doação de sangue e quem pode doar?

Muitas pessoas sabem da importância de doar sangue, mas têm medo de agulha ou desconhecem a forma como é feita a doação. É preciso esclarecer que o procedimento é totalmente seguro, realizado com materiais descartáveis, sem contar que o doador estará assistido por uma equipe treinada em hemocentros e hospitais. A cada coleta são retirados 450 ml de sangue, quantidade que o corpo é capaz de repor em até 72 horas. Assim, não há risco de qualquer problema para o doador. A única recomendação é respeitar o intervalo entre as doações:

  • homens devem esperar 60 dias entre uma coleta e outra ou realizar, no máximo, 4 doações em um ano;

  • mulheres devem esperar 90 dias para doarem sangue novamente ou realizar, no máximo, 3 doações no ano.

Requisitos para doadores - Acompanhe abaixo os requisitos para fazer a doação:

  • ter entre 16 e 69 anos — para aqueles com 16 a 18 anos incompletos é exigida a autorização dos responsáveis;

  • ter mais de 50 kg e estar em boas condições de saúde;

  • ter se alimentado antes do procedimento — mas é preciso evitar o consumo de comidas mais gordurosas 3 horas antes da doação;

  • estar descansado — a pessoa deve ter dormido pelo menos 6 horas no último dia;

  • levar um documento oficial com foto, como RG, CNH, Carteira de Trabalho, etc.


Se você puder, seja um doador! Confira o passo a passo no link abaixo:

http://www.bancodesangue.com.br/blog/gramado-em-acao



16 visualizações
  • Grey Facebook Icon

© 2018 Desenvolvido por inovar.me